Bio Ritmo Oficial

Chega de insônia!

image

A insônia pode ter causas orgânicas e psíquicas. Segundo pesquisas, a produção inadequada de serotonina pelo organismo, o estresse provocado pelo desgaste cotidiano e situações-limite são apontadas como as maiores causas da doença.

Se você sofre de insônia, confira aqui algumas dicas para diminuir seu problema:

1. Escolha o colchão certo. Ele deve ser firme, flexível e suportar seu peso sem se deformar.

2. Apague a luz. Quando o cérebro registra a presença da luz, mesmo que de uma lâmpada fraca, compreende que ainda é dia e fica em estado de alerta.

3. Ligue o ventilador. Em um ambiente muito quente, o sono tende a ser inquieto, superficial e cansativo.

4. Pare de ver o relógio. Conferir o despertador só serve para deixar você  mais ansioso e mantê-lo acordado por mais tempo.

5. Mantenha eletrônicos longe de você. Celulares e computadores emitem ondas eletromagnéticas e deixam você em alerta absoluto.

6. Tome um banho quente. Faça isso duas horas antes de ir para a cama. O banho ajudará relaxar os músculos e facilita o sono profundo.

Se a insônia persistir, não hesite em procurar um médico. Quando o assunto é saúde, seu corpo merece atenção e cuidado total.

Os efeitos da Bio Bike

Conversamos com o Gilberto Ambrogi, professor de Bio Bike da Bio Ritmo, e ele explicou porque essa aula não ajuda apenas a manter o bumbum durinho.

1) As aulas de BioBike têm foco apenas no treinamento das pernas?

Resposta: O Bio Bike trabalha muito além da musculatura das pernas. Ele tem função cardiovascular e ajuda a aumentar a resistência em atividades cotidianas – como subir escadas ou fazer uma caminhada.

2) O que você indica para complementar o treino cardiovascular da Bio Bike?

R.: Minha indicação é complementar o treino com outras aulas que tenham foco na musculação, como o BodyPump, por exemplo, e com aulas de alongamento da Bio Ritmo. Dessa maneira, teremos um treinamento pirâmide.

3) Você pode explicar melhor o que é um treinamento pirâmide?

R.: O treino tem esse nome porque é preciso focar em três pontas: cardiovascular, muscularalongamento. Alinhando essas três características nos treinos ao longo da semana, teremos um treinamento global.

4)Você pode contar pra gente qual o diferencial da Bio Bike?

R.: O diferencial dessas aulas é que elas combinam o trabalho em grupo e não é necessária nenhuma habilidade específica. É uma aula mais flexível, já que permite ficar em pé ou sentado na bike.

“Não existe obrigatoriedade de movimento, então, você é livre para ficar à vontade!”

 

 

Yoga para o coração

Baseada em 11 pesquisas com 800 voluntários, uma revisão do Instituto Cochrane sugere que essa prática milenar ajuda a baixar a pressãoe os níveis de triglicérides.

Isso acontece porque certas posturas demandam esforço do sistema cardiovascular. Em outras palavras, a yoga é, sim, um exercício cardioprotetor.

Por ter essa característica, ela exige que seus fãs tomem alguns cuidados. Por exemplo, os hipertensos não podem realizar posturas invertidas, porque a pressão sobe bastante ao ficarmos de ponta-cabeça.

Confira a seguir alguns benefícios da Yoga:

Vasos relaxados

A movimentação decorrente da yoga provoca a fabricação de óxido nítrico, molécula que reduz a pressão arterial.

Colesterol bom

Não dá pra dizer que a técnica reduz o colesterol ruim. Mas ela aumenta as taxas de HDL, a versão que tira gordura dos vasos.

Cuca fresca

A yoga é uma das práticas mais eficazes para aliviar a tensão. E, com menos hormônios do estresse circulando, o risco de um piripaque cardíaco cai.

 (Fonte: M de Mulher) 

Marcas de WheyProtein são reprovadas pelo Inmetro

O Inmetro analisou 15 marcas nacionais e importadas de WheyProtein concentrado em pó e aprovou apenas uma delas. 

A matéria que foi ao ar no final de agosto, no programa de televisão Fantástico, analisou as marcas EAS, BodyAction, Probiótica, Integral Médica, STN Steel Nutrition, Solaris, VOXX, DynamicLab, MaxxTitanium, DNA, Universal, Sportpharma, New Millen, Nature’s Best e Met-Rx.

A quantidade de proteína, o teor de proteínas, o teor de carboidrato, a origem proteica, a presença de substâncias não declaradas e a rotulagem foram os itens avaliados.

Os resultados evidenciaram uma tendência de não conformidade (93%), já que apenas uma das marcas foi aprovada em todos os testes, a Met-Rx.

Segundo o programa, todas as marcas foram aprovadas no teste da proteína, que estabelece um mínimo de 10 gramas de proteína por porção. Já na análise do rótulo do produto, as marcas Solaris e Voxx apresentaram 30% menos proteínas do que o anunciado.

No quesito teor de carboidrato, 11 marcas tinham rótulo incompatível com o conteúdo da embalagem. A marca Voxx chegou a apresentar diferença de 300%, o que significa quatro vezes mais do que o anunciado.

Estar atento aos produtos que você consome é uma das partes mais importantes do seu treino. Nunca deixe a saúde de lado, nem quando o assunto é o que você fornece para o seu organismo.

(Fonte: Nutrição/ Terra)

O “mau jeito” no pescoço tem nome e solução

O seu pescoço é formado por vértebras cervicais, nervos e músculos. Ele ainda dá suporte a sua cabeça, que pesa entre 3 e 5 kg. Por isso ele é muito vulnerável a tensões, dores e rigidez.

Entre as causas mais comuns do torcicolo estão: estresse, má postura, travesseiro, lesões, ficar com a cabeça inclinada para frente ou para trás por muito tempo.

A gente juntou algumas dicas para evitar o torcicolo. Confira aqui a que melhor se encaixa no seu dia a dia!

- Durma em um colchão firme. Quando as molas já não estão mais resistentes, o colchão não serve mais. Ele sempre deve ser firme para manter a cabeça em uma posição horizontal.

- Evite dormir em travesseiros muito altos. Recomenda-se os que são de espuma esmigalhadas ao invés de sólidas. Tente dormir sem travesseiro um dia – talvez o seu pescoço não precise de um!

- Arrume a tela do computador se o usa todo dia no trabalho. Ele deve ficar no mesmo nível dos olhos, para que seu pescoço fique posicionado corretamente.

- Levante objetos do chão com cuidado. Dobre os joelhos e mantenha a coluna reta. Quando levantar, tente sempre manter o objeto o mais perto o possível do corpo.

Pequenos mudanças de hábitos podem fazer toda a diferença no seu corpo!          

Porque beber água durante e depois das atividades físicas?

  

image

Você sabe qual a importância do consumo de água durante e depois dos exercícios físicos? Conversamos com a Karina Gervais, professora da Bio Ritmo,que tirou todas as nossas dúvidas.

1) Porque é recomendado o consumo de água durante as atividades físicas?

Resposta: Conforme nós nos exercitamos, a temperatura do nosso corpo aumenta. Por isso o consumo de água durante as atividades físicas é indispensável, tanto para hidratar o organismo quanto para regular a temperatura corporal.

2) Em algum ponto, consumir muita água pode ser prejudicial aos exercícios?

R.:Não chega a ser prejudicial, mas consumir muita água durante atividades físicas pode gerar um certo desconforto. Em média, é recomendado consumir 100ml de água a cada 15 ou 20 minutos. Mas esse número varia de acordo com a pessoa, transpiração, frequência cardíaca e etc. 

3) O consumo de água pode ajudar no desempenho da atividade física?

R.: Com certeza! Por regular a temperatura do corpo e repor, através da hidratação, o nível de sódio e potássio que precisamos. Para práticas de até uma hora, a hidratação com água é suficiente. Agora, para exercícios que durem mais de uma hora, é recomendado o consumo de um isotônicos carboidratos. 

4) Qual a importância de continuar hidratando o corpo depois dos exercícios?

R.: Durante o exercício, o corpo perde sais minerais através do suor. Para equilibrar o que você perde de sódio, regular a temperatura do corpo e voltar a sua temperatura anterior ao treino, a água é indispensável.

“Durante a atividade física, o corpo perde muito líquido. Para melhorar o desempenho, continue se hidratando durante e após o exercício.” 

5 acertos na organização da sua geladeira que podem ajudar a sua dieta

image

O jeito como você vê os alimentos dentro da sua geladeira faz toda a diferença – principalmente quando se trata em manter a dieta. Confira abaixo 5 dicas de como organizar tudo de um jeito que te faça manter o foco na alimentação certa.

1. Deixe apenas alimentos que fazem parte da sua dieta. Colocaro pudim bem na primeira prateleira, na altura dos seus olhos, é um convite pra fugir do planejado.

2.Fique atento(a) ao congelador. Batata frita, nuggets, sorvete e muitos tipos de comida congelada. Esses alimentos quase sempre contêm sódio, açúcar e gordura em excesso.

3. Molho de salada só o natural. Tudo bem, a gente sabe que os molhos prontos são mais práticos, mas eles também têm mais calorias, sal e gordura em suas composições.

4. Prefira guardar a comida em recipientes transparentes e de vidro. Eles não acumulam cheiro e você consegue ver sua comida colorida e fresquinha – um convite para devorá-la!

5.Mate a sua sede, não a dieta. Deixar cerveja e refrigerante na geladeira, bem gelados e na altura da sua mão, é uma cilada. Ao invés disso, procure deixar garrafas de água espalhadas pelas prateleiras, prontas para beber.

(Fonte: Boa Forma)

Música que faz bem ao coração.

Ouvir música faz bem ao coração,  garante um novo estudo apresentado no congresso anual da Sociedade Européia de Cardiologia, em Amsterdã.

De acordo com o estudo, a música ajudou na recuperação de pacientes com problemas cardíacos. Segundo os cardiologistas responsáveis pela pesquisa, qualquer pessoa pode melhorar a saúde do próprio coração ouvindo música.

Ainda durante a pesquisa, um grupo analisado que se exercitou ouvindo música melhorou sua capacidade aeróbica em 39%, além de mostrar mudanças positivas em relação aos seus problemas cardíacos.

Agora que você sabe que a mistura de treinos e música faz bem, é só baixar todas as suas músicas preferidas e encaixar os fones de ouvido!

(Fonte: Folha de S. Paulo)  

Fome Psicológica X Fome Fisiológica

A nutricionista chefe do programa Bio Nutri da Bio Ritmo, Fúlvia G. Hazarabedian, tira suas dúvidas sobre a fome psicológica, que a gente nem percebe de onde vem, mas te faz comer tudo o que vê pela frente.

Antes, é importante saber que a fome fisiológica é um estímulo natural para que a pessoa se alimente e mantenha as funções metabólicas. A fome psicológica, por outro lado, é causada por alguma circunstância emocional – estresse, pressão, perdas, relacionamentos, preocupações e etc.

Para saber que tipo de fome você esta sentindo, Fúlvia recomenda uma autoavaliação: “avalie seu estado emocional em geral, há quanto tempo realizou a última refeição e do que ela foi composta”.

Depois disso, você conseguirá identificar se a fome sentida pode ter aparecido devido alguma necessidade (psicológica).

A nutricionista dá uma dica para driblar essa fome de modo consciente:se não conseguir ficar sem ingerir nenhum alimento, opte por alimentos leves, acompanhados de um copo de água fresca. 

Porque ficar sentado tanto tempo faz mal?

image

O resultado de um estudo recente indica que pessoas que passam o dia todo sentados vivem cerca de dois anos a menos do que os mais ativos.

Isso acontece porque quando estamos sentados, o nosso corpo lida com o açúcar que consumimos de um jeito diferente. O pâncreas, que mantêm o nível de glicose normal no nosso corpo, tem maior eficiência dependendo do seu nível de atividade física.

Ficar de pé aumenta os batimentos cardíacos – levando para uma média de dez batimentos mais altos por minuto – e isso faz uma diferença de cerca de 0,7 calorias por minuto, segundo o pesquisador da Universidade de Chester, John Buckley.

Se você ficar em pé três horas por dia durante cinco dias o total chega a 750 calorias. Durante um ano, seria um total de 30 mil calorias ou mais de três quilos e meio de gordura!

E você, vai ficar aí sentado?